EFESantiago

O presidente do Chile, Sebastián Piñera, parabenizou neste domingo Jair Bolsonaro após a confirmação de sua vitória no segundo turno das eleições presidenciais no Brasil e o convidou a visitar o Chile antes mesmo de tomar posse.

"Parabenizo o presidente eleito, porque teve um grande triunfo eleitoral. Está convidado a vir ao Chile como presidente eleito, vamos marcar as datas", declarou o governante chileno ao término de uma reunião com ministros no Palácio de la Moneda, sede do governo, em Santiago.

Além disso, Piñera disse que telefonaria para Bolsonaro para oficializar o convite.

O presidente chileno destacou a "grande maioria" conseguida pelo político do PSL e lembrou os acordos firmados por seu país com o Brasil no governo Michel Temer.

"O Chile sempre tem que ter boas relações (com o Brasil). De fato, em quatro meses chegamos a um acordo para um tratado de livre-comércio. Em quatro meses chegamos a um acordo para evitar a dupla tributação e também a um acordo para o corredor bioceânico", afirmou Piñera.

Bolsonaro foi declarado vencedor do pleito pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) às 19h21 (de Brasília) deste domingo, quando 94,44% da apuração estava concluída, e tinha 55,54% dos votos, contra 44,46% de Haddad.