EFELisboa

O governo de Portugal declarou situação de alerta nesta terça-feira devido à crise energética provocada pela greve de transportadoras, uma medida que permite mobilizar militares e forças de segurança para garantir o abastecimento de combustível.

A medida foi anunciada pelo ministro adjunto e de Economia de Portugal, Pedro Siza Vieira, durante uma declaração à imprensa no parlamento, na qual explicou que o alerta permite mobilizar todos os agentes de proteção civil para restabelecer o abastecimento de combustível nas infraestruturas essenciais e nos postos de gasolina.