EFEKuryk (Cazaquistão)

O presidente do Cazaquistão, Nursultan Nazarbayev, inaugurou neste sábado o porto multimodal de Kuryk, uma infraestrutura importante para o desenvolvimento através do Mar Caspio da Nova Rota da Seda, o corredor de transporte entre a Ásia e a Europa.

"É um projeto histórico que terá um efeito multiplicador para a economia do Cazaquistão e países da região", disse Nazarbayev, durante cerimônia solene realizada nas instalações portuárias.

Ele destacou a importância do porto para a estratégia do país com o desenvolvimento de sua rede de transporte, dada sua condição como uma ponte entre a Ásia e a Europa.

O Cazaquistão, acrescentou, construiu 2,5 mil quilômetros de ferrovia e 12 mil quilômetros de estradas para habilitar este corredor de transporte impulsionado pela China.

"Para o ano de 2020, por conceito de passagem, o Cazaquistão começará a receber anualmente US$ 5 bilhões", disse o presidente, garantindo que tais receitas permitirão recuperar rapidamente os investimentos.

Além disso, acrescentou que a implementação do porto de Kuryk como centro de operações de transporte multimodal dará um poderoso impulso à economia da província de Mangghystau, já que - disse - permitirá a criação de 20 mil postos de trabalho permanentes.

Todos estes esforços, afirmou Nazarbayev, fazem parte da estratégia 20-30, que tem como objetivo colocar o Cazaquistão entre as 30 melhores economias do mundo até o ano de 2020.

O presidente cazaque destacou como "simbólico" o fato de que a inauguração de Kuryk aconteça na véspera da Quinta Cúpula do Caspio, que será realizada amanhã na cidade de Aktau, até recentemente o único porto do Cazaquistão.

Nessa reunião, que terá a presença dos líderes do Azerbaijão, Irã, Cazaquistão, Rússia e Turcomenistão, está prevista a assinatura da Convenção sobre o estatuto jurídico do Caspio.

"Nos últimos 20 anos realizamos negociações que foram complexas, e concordamos em nossas posições para resolver todos os assuntos relativos à nossa atividade comum no Caspio", disse Nazarbayev.

O presidente acrescentou que considera estar tudo acordado para a reunião de amanhã em Aktau.

"Estamos confiantes de que amanhã uma decisão histórica seja tomada. Será um momento muito importante para todos nós", afirmou o mandatário cazaque.

Localizado a 70 quilômetros ao sul de Aktau, Kuryk ocupa uma área de 67 hectares em uma baía resguardada que permite a operação durante todo o ano.

A nova instalação portuária, com capacidade para receber e despachar até 86 balsas diariamente, tem um duplo propósito: aumentar o comércio do Cazaquistão com os outro quatro países que fazem fronteira com o Mar Caspio e dar um poderoso impulso ao potencial de passagem da região.

De acordo com dados oficiais, nos últimos 10 anos o Cazaquistão investiu US$ 30 bilhões em infraestruturas para habilitar corredores de transporte entre a Ásia e a Europa, através da Rússia e Azerbaijão.

Tanto as novas instalações portuárias de Kuryk, quanto o porto de Aktau servirão de ponto de passagem para as cargas militares americanas com destino ao Afeganistão. EFE

bsi/phg

(vídeo)