EFEPraga

O governo da República Tcheca colocou em prática nesta quinta-feira um conjunto de novas medidas para conter o aumento recente do número de casos de Covid-19 no país, entre elas a redução do horário de funcionamentos de bares e restaurantes, que devem passar a fechar às 22h, em vez de meia-noite.

O país registrou 2.309 novos casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, e o número de infecções ativas (28.048), supera o de pessoas que já se curaram da doença desde o início da pandemia (26.861).

Atualmente, a República Tcheca é o segundo membro da União Europeia (UE) com maior incidência do Sars-CoV-2, atrás apenas da Espanha, segundo dados publicados nesta quinta-feira pelo Ministério da Saúde tcheco.

Além da limitação do horário de funcionamento de bares e restaurantes, que podem receber clientes apenas entre 6h e 22h, também foi determinada uma redução da quantidade de pessoas em eventos, que passou de 5 mil para apenas mil, ao ar livre, e de mil para 500 em espaços fechados, de acordo com o site do gabinete de governo do país.

Estas medidas, que devem vigorar pelo menos até o dia 7 de outubro, são válidas tanto para eventos públicos como privados, mas não se aplicam a atos reivindicativos como manifestações e protestos, considerados um direito constitucional pela lei.

As reuniões e encontros sociais de caráter privado também ficaram restritas a um limite de dez pessoas, em ambientes fechados, e de 50 ao ar livre.

Desde o primeiro surto de Covid-19 no país, em março, durante o auge da pandemia, a República Tcheca, que tem 10,6 milhões de habitantes, já registrou 55.464 infecções pelo novo coronavírus e 555 mortes. Das 28.048 pessoas contaminadas no momento, 624 estão hospitalizadas, 120 delas em estado grave.