EFEMoscou

O porta-voz da presidência da Rússia, Dmitry Peskov, afirmou nesta quinta-feira que as entregas de armas pesadas para a Ucrânia, feitas por países da Europa, ameaçam a segurança do continente.

"A tendência a lotar a Ucrânia e outros países de armas ameaça a segurança do continente e provoca instabilidade", disse o responsável pelas comunicações do Kremlin, em entrevista coletiva diária.

Anteriormente, a Rússia já havia divulgado que considerará "alvos legítimos" das Forças Armadas, o armamento fornecido pelo Ocidente à Ucrânia.

O ministro das Relações Exteriores russo, Sergey Lavrov, acusou nesta semana a Otan de "combater contra a Rússia por procuração e de armar essa procuração, em referência à Ucrânia.

Moscou, além disso, criticou a entrega à Kiev de helicópteros russos que tinham sido destinados ao Afeganistão.

"Viola grosseiramente o direito internacional e os correspondentes contratos russo-americanos", aponta comunicado emitido pelo Serviço de Cooperação Técnico-Militar da Rússia. EFE