EFESydney (Austrália)

Duas pessoas foram detidas em Samoa, no Pacífico Sul, por supostamente orquestrar um plano para assassinar o primeiro-ministro, Tuila'epa Sailele Malielegaoi, segundo informou nesta quinta-feira o jornal "Samoa Observer".

As autoridades detiveram o blogueiro opositor ao governo Malele Atofu Paulo, conhecido como o rei Faipopo, enquanto chegava a um tribunal para responder por uma ação por difamação apresentada pelo primeiro-ministro samoano, segundo imagens divulgadas pelo jornal.

Além do blogueiro, também foi detido o ex-candidato do partido Samoa First Lemai Faioso Sione, vinculado também a este suposto complô que foi informado pela polícia do país há dois dias.

Samoa, um país insular da Polinésia que se independentizou da Nova Zelândia em 1962, tem um sistema de governo baseado na monarquia parlamentar independente, cujo atual chefe de Estado é Afioga Tuimalealiifano.

O primeiro-ministro é Tuila'epa Sailele Malielegaoi, que é líder do Partido de Proteção dos Direitos Humanos e ocupa o cargo há cerca de 20 anos.