EFEBagdá

O secretário de Defesa dos Estados Unidos, Mark Esper, chegou nesta quarta-feira a Bagdá, capital do Iraque, para uma visita surpresa, dois dias depois da chegada ao país das tropas americanas procedentes do norte da Síria de onde estão se retirando após a ofensiva turca.

Esper se reuniu hoje com o ministro da Defesa, Nayah al Shemary, na sede do ministério iraquiano, para discutir o combate ao grupo Estado Islâmico (EI) e tomar medidas conjuntas, afirmou uma fonte do governo iraquiano à Agência Efe.

O secretário americano deve se reunir com as tropas que foram deslocadas para o Curdistão iraquiano, no início desta semana, por uma ordem emitida pelo presidente Donald Trump pouco antes da Turquia iniciar uma ofensiva na região no último dia 9, acrescentou a fonte.

Na última segunda, um comboio formado por cerca de 100 veículos americanos entrou no Curdistão iraquiano e espera-se que a retirada afete cerca de mil soldados dos EUA.

No mesmo dia, Esper disse que eles estão sendo temporariamente reposicionados fora do território sírio "até que voltem para casa".

Em resposta a essa decisão, o Comando de Operações Conjuntas iraquiano disse ontem estar permitindo a entrada das tropas americanas, mas que não há aceitação da permanência dessas forças no Iraque".