EFELima

O viajante peruano que foi detectado com a variante ômicron do novo coronavírus no Japão, passou pelo Brasil antes de desembarcar no país asiático, segundo informou nesta quarta-feira o diretor do Centro Nacional de Epidemiologia do Ministério da Saúde do Peru, César Munayco.

O infectologista disse à emissora de rádio local "Exitosa", que não foi possível determinar onde aconteceu a infecção, se no território peruano ou brasileiro, por isso, o órgão e o Instituto Nacional de Saúde tentam identificar os contatos que ele teve nos dias anteriores à viagem ao Japão.

"Essa pessoa também esteve no Brasil, por isso, seguimos refazendo toda a rota, para ver onde que ele se infectou", explicou Munayco.

Segundo o diretor do Centro Nacional de Epidemiologia, como não está confirmado que esse caso foi originado no Peru, o país segue sem qualquer positivo detectado para a variante ômicron, inclusive, importados.

Mais cedo, o governo japonês anunciou a identificação do segundo caso de contágio pela cepa descoberta na África do Sul. De acordo com o porta-voz do Executivo, Hirozaku Matsuno, trata-se de um homem que chegou ao país no último sábado, vindo do Peru.

A fonte indicou que paciente está isolado em instalações médicas e que informou não ter tido contato com qualquer pessoa que estivesse infectada pelo novo coronavírus no Japão. EFE