EFEMiami

A Flórida registrou nesta sexta-feira um recorde de mortes por Covid-19 pelo quarto dia consecutivo, com a confirmação de 257 novas vítimas e totalizando 912 desde a última terça, enquanto os casos positivos subiram para 9.010 nesse estado.

De acordo com o Departamento de Saúde local, de 1º de março até hoje 470.389 pessoas foram infectadas e 6.966 morreram, incluindo 123 não residentes do estado que faleceram na Flórida.

Hoje foram registrados os resultados de 97.644 testes, dos quais 10,57% deram positivo, a menor taxa diária desde 24 de junho.

O número médio de casos positivos na última semana é de 9.725 por dia, segundo dados oficiais.

Desde 1º de março, houve pelo menos 26.533 internações por conta do novo coronavírus na Flórida, onde as taxas de ocupação de leitos hospitalares e Unidades de Terapia Intensiva são altas, mas o sistema de saúde ainda não entrou em colapso.

Depois da Califórnia, a Flórida é o estado com mais casos de Covid-19 nos Estados Unidos.

Adicionado à pandemia hoje a Flórida enfrenta a proximidade do furacão Isaías - que deve afetar a região entre hoje e amanhã, possivelmente reforçado para a categoria 2 na escala Saffir-Simpson -, que obrigou ao governador Ron DeSantis decretar estado de emergência para a maior parte da costa leste do estado.

DeSantis disse que, por enquanto, não parece necessário abrir abrigos para pessoas em risco em suas casas, mas observou que, em qualquer caso, existe um plano para fazê-lo, se necessário.