EFETóquio

A forte tempestade Krosa causou nesta quinta-feira graves interrupções no transporte aéreo, ferroviário e por estrada em sua passagem pelo sul e pelo oeste do Japão, além de ter deixado milhares de evacuados e dezenas de feridos.

O fenômeno meteorológico foi qualificado como tempestade tropical severa de alta intensidade pela Agência Meteorológica do Japão (JMA), que declarou o alerta em praticamente metade do território japonês.

O temporal contém ventos de até 35 metros por segundo e precipitações que devem superar 1,2 mil milímetros em algumas zonas do país, além de provocar risco de deslizamentos de terra, inundações e ressaca.

O Krosa tocou terra na prefeitura de Hiroshima (oeste) durante a tarde e deve avançar para o norte pelo Mar de Japão junto ao litoral ocidental japonês.

As autoridades japonesas recomendaram a evacuação de cerca de 430 mil residentes das ilhas de Kyushu e Shikoku, ao sudoeste do país, segundo dados divulgados pela rede "NHK".

Este meio também informou sobre pelo menos 23 feridos e um morto em diversos acidentes relacionados com o temporal.

Cerca de 800 voos domésticos foram cancelados nesta quinta-feira devido à tempestade, segundo informaram as companhias aéreas que operam no país, que também alertaram sobre mais interrupções nas próximas horas.

A tempestade passa pelo arquipélago japonês em uma semana na qual muitos japoneses viajam para as suas cidades de origem por ocasião da festividade Obon.