EFETóquio

A cidade de Tóquio registrou nesta sexta-feira um novo recorde de casos diários do novo coronavírus, com 463 infecções, ultrapassando pela primeira vez a marca de 400 desde o início da pandemia no Japão, em janeiro, e anunciou a criação de seu próprio Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC).

A propagação do vírus na capital japonesa está em seu pior nível e a capacidade de resposta do sistema de saúde está piorando, alertou hoje a governadora Yuriko Koike, durante entrevista coletiva.

O recorde de hoje vem depois que a capital registrou ontem outro aumento diário (além de nível nacional, mais de 1,3 mil) e a governadora pediu que boates, karaokês e restaurantes adiantassem seu horário de fechamento, uma solicitação que ela reiterou hoje, na esperança de que eles iniciem já amanhã.

Também a partir de sábado, Tóquio lançará uma equipe para estabelecer seu próprio corpo semelhante ao CDC, para coordenar de forma abrangente a pesquisa, análise e planejamento de políticas de crise como a atual.

As autoridades locais esperam que o organismo esteja pronto já no outono asiático, antes da temporada de gripe e quando especialistas alertaram que as novas infecções podem piorar.

O Japão carece de mecanismos legais para ordenar o confinamento ou fechamento de empresas, mesmo durante um estado de emergência de saúde, e apela à responsabilidade individual para reduzir pontos de venda e atividades comerciais com o objetivo de combater o coronavírus. EFE

yk-mra/phg

(foto)(vídeo)