EFEErbil (Iraque)

Soldados do Exército do Iraque invadiram nesta terça-feira a cidade de Tel Afar, na província de Ninawa, um dos últimos redutos do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) na região norte do país.

O comandante das Operações Conjuntas em Tel Afar, Adbelamir Yarala, disse em comunicado que as tropas iraquianas estão sendo auxiliadas por integrantes da Multidão Popular, grupo de milícias lideradas por xiitas.

Tel Afar fica a 70 quilômetros de Mossul, retomada pelo Exército e considerada até então como uma capital do EI no Iraque. A ofensiva contra Tel Afar começou no domingo, e os soldados já conseguiram expulsar os terroristas de vários povoados próximos à cidade.

Segundo o Escritório das Nações Unidas para a Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA), cerca de 30 mil pessoas fugiram da região de Tel Afar desde abril do ano passado. Outras 40 mil seguem na área, 10 mil delas na própria cidade.

O ataque à cidade de Tel Afar coincide com uma visita surpresa do secretário de Defesa dos Estados Unidos, James Mattis, que chegou hoje à Bagdá para realizar reuniões com as autoridades do Iraque sobre a ofensiva contra os jihadistas.