EFEParis

A diretora-geral da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), Audrey Azoulay, mostrou nesta segunda-feira sua "imensa comoção" pelo incêndio que devastou boa parte da catedral de Notre-Dame, em Paris, e, ao mesmo tempo, ofereceu o apoio da organização para a restauração do templo.

"A Unesco acompanha de perto a situação e está ao lado da França para proteger e reabilitar este patrimônio inestimável", escreveu no Twitter Azoulay, ex-ministra da Cultura da França.

A principal dirigente do órgão, que tem sede em Paris, lembrou que a catedral de Notre-Dame faz parte do Patrimônio da Humanidade desde 1991.

O incêndio foi declarado por volta das 18h50 (horário local, 13h50 em Brasília). EFE

lmpg/cs/id