"O encontro, liderado por redes e plataformas de ONGs da região, será realizado, de forma virtual, nos dias 28 e 29 de setembro.

O evento será presidido por Andorra e contará com o apoio do Governo da Espanha e da Comunidade Autônoma espanhola de Extremadura.

Pela primeira vez, ONGs do principado que atuam na América Latina vão participar da reunião.

O novo pacto social e a importância da inovação e do meio ambiente são alguns dos pontos-chave levantados durante um debate prévio, realizado no dia 10 de setembro, para preparar a declaração final do Encontro Cívico.

Andorra-a-Velha, 25 de setembro de 2020. O XIII Encontro Cívico Ibero-americano será realizado, de forma virtual, nos dias 28 e 29 de setembro. Antes deste evento, que conta com o apoio do Governo da Espanha e da Comunidade Autônoma de Extremadura, houve uma jornada de trabalho, no dia 10 de setembro, durante a qual organizações civis, plataformas e redes do espaço ibero-americano trabalharam em uma declaração conjunta que deverá ser aprovada no Encontro Cívico. O novo pacto social, a importância da inovação e do meio ambiente são alguns dos temas que tiveram mais destaque ao longo dos debates centrados na análise das consequências da crise no setor da saúde causada pela pandemia do novo coronavírus.

A presidência andorrana, por sua vez, apoia este encontro pela importância de dar à voz da sociedade civil durante a XXVII Cúpula Ibero-Americana de Chefes de Estado e Governo, que será realizada no principado europeu, no primeiro semestre de 2021.

Os objetivos do Encontro Cívico são: aprovar a declaração que será apresentada aos Chefes de Estado e de Governo; elaborar um plano de ação para o período 2020-2022 (até a próxima Cúpula Ibero-Americana) que proporcione um acompanhamento articulado das atividades de organizações da sociedade civil na Ibero-América; reforçar o quadro institucional do Encontro Cívico e a sua capacidade de ação e diálogo político, e também promover a participação de todos os atores para a concretização de um espaço de trabalho estruturado, liderado por redes regionais e plataformas nacionais.

O Encontro Cívico, que contará pela primeira vez com a participação de organizações andorranas, terá início na próxima segunda-feira, dia 28 de setembro, com a abertura institucional, que será seguida pela conferência inaugural, intitulada 'Organizações da sociedade civil na sociedade à distância', apresentação aberta que as ONGs poderão acompanhar ao vivo .

No segundo dia do evento, serão lidos os pontos propostos pela declaração elaborada no dia 10 de setembro, que será entregue às autoridades, e se ocorrerá também a aprovação de um plano de ação para os próximos dois anos.

O Encontro Cívico Ibero-americano é realizado desde 2005, como parte das atividades prévias à Cúpula Ibero-americana, e sua declaração final representa a contribuição das organizações da sociedade civil para a tomada de decisões dos Chefes de Estado e de Governo.

Na última edição do evento, na Costa Rica, em outubro de 2018, as plataformas e redes presentes aprovaram, além da declaração final, um plano de ação para o período 2018-2020. O objetivo de tal projeto era reforçar a representatividade, a capacidade de participação e os espaços da sociedade civil na Ibero-América como elemento-chave para a implementação da mais ambiciosa versão da Agenda de Desenvolvimento Sustentável.

No início de 2020, foi confirmada a realização do XIII Encontro Cívico na cidade de Cáceres (Espanha), decisão endossada pela Secretaria Pro Tempore de Andorra e pela SEGIB, com o apoio da Comunidade Autônoma de Extremadura e do Governo da Espanha.

Assim como o restante das reuniões preparatórias para a XXVII Cúpula Ibero-Americana de Chefes de Estado e de Governo, a pandemia causada pela Covid-19 também teve seu formato alterado e, por esse motivo, suas atividades serão apenas online.

A Secretaria Pro Tempore de Andorra aposta na inovação como um dos principais vetores na implementação da Agenda 2030. Por isso, no que diz respeito ao tecido social e às organizações que defendem os seus interesses, o país defende uma mudança das condutas e enfoques de indivíduos e instituições para tornar as sociedades mais resilentes diante do aumento da incidência de fatores externos imprevisíveis, em particular, a crise de saúde causada pela pandemia da Covid-19 e sua relação com a vulnerabilidade social.

Mais Informações:

Serviços de comunicação e assessoria de imprensa da XXVII Cúpula Ibero-americana - Andorra

2020

Fundação Cúpula Ibero-americana

prensa@ciba2020.ad

+376 875700 - ext. 1376

Twitter: @cumbreiberoa

Facebook: https://es-la.facebook.com/CumbreIberoA/

LinkedIn: https://www.linkedin.com/company/cumbre-andorra-2020/

Instagram: @cumbreiberoa

http://www.cumbreiberoamericana2020.ad

#Andorra2020 | #CaminoAlaCumbre"

AGÊNCIA EFE S.A.não se responsabiliza pela informação que contém esta mensagem e não assume nenhuma responsabilidade perante terceiros sobre o seu conteudo total, estando igualmentedesresponsabilizada da entidade autora do mesmo.