EFEMoscou

Os presidentes da Rússia, Vladimir Putin, e do Cazaquistão, Nursultan Nazarbayev, defenderam nesta sexta-feira maior cooperação no âmbito do turismo para atrair visitantes de China e Índia.

"É importante aproveitar nossa proximidade geográfica com a China e a Índia, países que apresentam altos ritmos de crescimento em turismo" emissor, disse Nazarbayev durante a reunião com o chefe do Kremlin na cidade cazaque de Petropavlovsk.

Para isso, Nazarbayev propôs fomentar projetos conjuntos para o desenvolvimento do turismo no Mar Cáspio, limítrofe com ambos os países, além de promover o turismo espacial.

O compromisso dos dois países para promover o turismo espacial a partir da base russa de Baikonur, no Cazaquistão, ficou refletido no plano de ação bilateral para os anos 2019-2021 que Putin e Nazarbayev assinaram.

O líder russo, que chegou ao país centro-asiático para participar do fórum de cooperação regional entre Rússia e Cazaquistão, concordou com o presidente cazaque sobre a necessidade de promover o desenvolvimento do turismo.

Para isso, Putin propôs criar novas rotas turísticas entre os dois países que informarão "os valores histórico-culturais, as tradições e os costumes" dos povos da Rússia e do Cazaquistão.

"Em nenhum outro lugar do mundo se pode encontrar tanta diversidade de paisagem como na Rússia e no Cazaquistão", insistiu o chefe do Kremlin.

Putin aproveitou para destacar "o bom desenvolvimento" das relações entre os dois países, que ainda têm grande potencial de crescimento.

Nesse sentido, o chefe de Estado russo lembrou que o Cazaquistão ocupa o segundo lugar entre os parceiros comerciais do país no território pós-soviético, atrás apenas de Belarus, mas "tem todas as possibilidades" para ser o primeiro.

Nazarbayev, por sua vez, afirmou que durante os primeiros oito meses do ano o intercâmbio comercial com a Rússia superou os US$ 11 bilhões e pode chegar a US$ 18 bilhões até o final do ano.

No entanto, o líder cazaque admitiu que o turismo, por enquanto, representa apenas 1% do PIB nacional e a promoção da cooperação com a Rússia será "muito vantajosa" para o Cazaquistão para estimular o comércio exterior.