EFEBuenos Aires

A Argentina registrou nesta sexta-feira seu quarto recorde diário consecutivo de casos de covid-19, ao contabilizar 24.130 nas últimas 24 horas.

De acordo com os últimos dados divulgados pelo Ministério da Saúde, 236.305 pessoas estão atualmente com a doença transmitida pelo novo coronavírus em todo o país sul-americano e outras 2.203.926 já se recuperaram desde que o primeiro caso foi detectado, em março de 2020.

Desde o início da pandemia, 2.497.881 pessoas na Argentina contraíram covid-19. Além disso, 228 mortes foram relatadas desde quinta-feira, elevando o total de óbitos devido à doença no país para 57.350.

A província de Buenos Aires, a mais populosa do país, liderou a lista de infecções registradas nas últimas 24 horas, com 12.452, seguida pela cidade de Buenos Aires (2.601) e a província de Córdoba (1.867).

As unidades de terapia intensiva (UTI) estão com 59,1% de ocupação em nível nacional, mas a situação é pior na região metropolitana de Buenos Aires, onde o patamar é de 67%.

A partir desta sexta-feira estão em vigor na Argentina novas restrições para o país enfrentar a segunda onda da pandemia. Entre as medidas está a proibição da circulação de pessoas nas ruas entre meia-noite e 6 horas da manhã. EFE

pro/id