EFERedação Central

O Paris Saint-Germain se vingou da derrota para o Bayern de Munique na final da última Liga dos Campeões ao eliminar o time alemão nas quartas de final desta edição do torneio nesta terça-feira, dia marcado também pela classificação do Chelsea, que deixou o Porto pelo caminho.

Assim como na decisão de 23 de agosto do ano passado, em Lisboa, o Bayern venceu o PSG por 1 a 0 hoje, desta vez no Parc des Princes, em Paris. No entanto, a final em disputada em partida única, enquanto nestas quartas valeu para o time dirigido por Mauricio Pochettino o critério do gol fora de casa, já que na ida, há seis dias, em Munique, Neymar e companhia levaram a melhor pelo placar de 3 a 2.

Pochettino não pôde contar com o zagueiro e capitão Marquinhos, que se lesionou na Alemanha na semana passada, de forma que o único brasileiro em campo foi Neymar. O meia Rafinha permaneceu no banco do PSG, enquanto o meia-atacante Douglas Costa foi desfalque dos visitantes.

Em um primeiro momento, a equipe da casa teve mais a bola e atacou mais, e Neymar acertou a trave nada menos que três vezes, todas com o placar ainda em branco. Porém, quem encontrou o caminho do gol foi o Bayern, aos 40 minutos do primeiro tempo, quando Alaba chutou e Choupo-Moting, ex-PSG, completou de cabeça para a rede.

Na segunda etapa, o atual campeão foi para cima, enquanto o vice da última temporada teve algumas chances no contra-ataque. Contudo, o placar permaneceu o mesmo, e o PSG avançou para pegar Manchester City ou Borussia Dortmund, que se enfrentarão amanhã na Alemanha. Na ida, há uma semana, os 'Citizens' venceram por 2 a 1 na Inglaterra.

Quem também se classificou nesta terça foi o Chelsea, que mediu forças com o Porto duas vezes na cidade de Sevilha, na Espanha, devido a restrições das autoridades inglesas e portuguesas para combater o coronavírus.

Os 'Blues' abriram vantagem na primeira partida, na última quarta-feira, ao vencerem por 2 a 0. Hoje, os 'Dragões' conquistaram um triunfo graças a um golaço de bicicleta de Taremi aos 49 minutos do segundo tempo, mas o 1 a 0 foi insuficiente para reverter a eliminatória.

O campeão continental de 2012 aguarda agora Liverpool ou Real Madrid, que vão se encarar nesta quarta no estádio Anfield Road. O time madrilenho tem a vantagem de ter vencido por 3 a 1 na Espanha na terça-feira da semana passada.

Houve cinco brasileiros em campo no Ramón Sánchez Pizjuán. O zagueiro Thiago Silva e o meia naturalizado italiano Jorginho foram titulares do Chelsea, enquanto o Porto teve o zagueiro naturalizado português Pepe e o meia Otávio na formação inicial e o atacante Evanilson entrando no decorrer do duelo.