EFEBruxelas

A Bélgica informou nesta terça-feira a morte de uma menina de 12 anos pela Covid-19 entre os 192 óbitos registrados no país nas últimas 24 horas, elevando o número total para 705 vítimas.

"É uma eventualidade muito rara, mas que nos choca", disse visivelmente emocionado, Emmanuel André, virologista e porta-voz da equipe inter-federal belga contra o novo coronavírus, durante entrevista coletiva, onde não forneceu mais informações sobre a adolescente.

O diretor do comitê científico, Steven Gucht, acrescentou que essa informação nos lembra "que em todas as idades, dos 10 anos até os mais idosos, podem surgir complicações".

"É importante mencionar que isso é excepcional em jovens. Não é a regra. Não sabemos o que deu errado. É importante que seja investigado caso a caso", acrescentou.

O Serviço Federal de Saúde belga indicou que entre ontem e hoje, foram conhecidos 876 novos casos com testes laboratoriais, representando 12.775 infecções confirmadas.

A Bélgica tem 4.920 pessoas internadas em hospitais pela Covid-19, das quais 1.021 estão em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs).

Entre ontem e hoje, 485 novas internações e 668 altas médicas foram registradas, acrescentaram as autoridades belgas.