EFEWashington

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, anunciou que a ex-embaixadora americana na ONU Samantha Power é a sua candidata para comandar a Agência dos EUA para o Desenvolvimento Internacional (USAID).

Power representa "uma voz de liderança a favor da cooperação americana no mundo", segundo o comunicado divulgado pela equipe de Biden.

A indicada pelo presidente eleito "unirá a comunidade internacional e trabalhará com aliados para enfrentar os maiores desafios do nosso tempo, incluindo a covid-19, a crise climática, a pobreza global e o retrocesso democrático", diz a nota.

De acordo com o próprio Biden, Power "é uma voz de consciência e clareza moral de renome mundial" que conta com experiência e perspectiva, qualidades que, segundo ele, serão "essenciais" conforme o país se reafirma como líder no âmbito mundial.

A vice-presidente eleita, Kamala Harris, ressaltou que um dos maiores desafios dos EUA é "restaurar e fortalecer" sua liderança como país defensor da democracia, dos direitos humanos e da dignidade de todas as pessoas. Na opinião de Harris, poucos americanos estão tão preparados como Power para essa responsabilidade.

Samantha Power trabalhou para o governo de Barack Obama como representante permanente dos EUA na ONU. Antes, fez parte da equipe do Conselho de Segurança Nacional como assessora especial do presidente e diretora sênior de Assuntos Multilaterais e Direitos Humanos. EFE

ws-pi/vnm