EFEWashington

O juiz Brett Kavanaugh, eleito pelo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, para preencher a vaga da Suprema Corte, assumiu dezenas de milhares de dólares em dívidas nos seus cartões de crédito da compra de entradas para ver a equipe do Washington Nationals, que disputa o campeonato nacional de beisebol, disse nesta quarta-feira o jornal "The Washington Post".

Em 2016, Kavanaugh declarou ter uma dívida entre US$ 60 mil e US$ 200 mil divididos entre três cartões de crédito e um empréstimo pessoal.

A dívida seria superior aos ativos declarados pelo magistrado, entre US$ 15 mil e US$ 65 mil, que não incluem sua casa (adquirida por US$ 1,2 milhão e com uma hipoteca de US$ 865 mil) nem um fundo de aposentadoria de aproximadamente US$ 500 mil.

De acordo com Raj Shah, porta-voz da Casa Branca, Kavanaugh assumiu essa dívida comprando ingressos para a temporada e entradas dos playoffs do Washington Nationals para ele e um "punhado" de amigos.

Parte da dívida também foi para obras em sua residência.

Em 2017, Kavanaugh tinha saldado as dívidas ou os valores estavam abaixo dos limites para declará-las.

Segundo Shah, o juiz parou de comprar ingressos para os Nationals e seus amigos o reembolsaram por sua parte da dívida.

Os ingressos para a temporada no estádio Nationals Park estão avaliados em cerca de US$ 6 mil, embora exista outros muito mais baratos.

Como juiz de apelações de circuito, cargo que assumiu em 2006, Kavanaugh tem um salário de aproximadamente US$ 220 mil anuais, número que aumentará até US$ 255 mil na Suprema Corte se ele for confirmado pelo Senado.