EFEWashington

Os cidadãos das três localidades ao norte de Boston (Massachusetts), que na quinta-feira foram sacudidas por uma série de explosões de gás, começaram hoje a retornar para casas, embora as vias de acesso estejam fechadas e as autoridades continuem inspecionando alguns imóveis.

"Policiais, bombeiros e membros dos serviços públicos estão realizando uma inspeção casa por casa que continuará até novo aviso", informou a Polícia de Lawrence, em breve mensagem publicada no Twitter.

Apesar das medidas de precaução e de todas as vias de acesso à cidade estarem fechadas por enquanto, as autoridades já começaram a permitir que alguns dos mais de 8.600 cidadãos que tiveram que ser retirados retornem para casa.

"Um lembrete: não tente reabrir o gás. Isso não é um projeto do tipo 'faça você mesmo'. Chame a companhia de Gás de Columbia se fechou o gás e está fora da área afetada", advertiu nesta madrugada a Polícia de Andover.

O incidente começou por volta das 17h (horário local, 18h em Brasília), quando 35 imóveis em Andover, 20 em Lawrence e 12 em North Andover sofreram explosões por conta de, supostamente, linhas de gás pressurizadas em excesso.

Embora as três localidades tenham amanhecido em relativa calma nesta sexta-feira, a Câmara do estado de Massachusetts decidiu que todas as instituições públicas, exceto as de emergência, permaneçam fechadas.

Como resultado das explosões, um jovem de 18 anos morreu quando uma chaminé de uma das casas afetadas caiu sobre o veículo no qual viajava.

Os incêndios, que obrigaram os serviços de emergência a combater o fogo durante boa parte da noite, deixaram 12 feridos, um deles em estado grave.