EFESanta Cruz de La Palma (Espanha)

A erupção do vulcão Cumbre Vieja, localizado na ilha de La Palma, na Espanha, segue provocando alta atividade sísmica na região, com o registro nesta quarta-feira de, pelo menos, 20 tremores de terra, o mais intenso com 3,9 graus na escala Richter, no município de Mazo.

A lava nos três rios que saem da estrutura vulcânica, continua fluindo lentamente, enquanto os abalos são identificados.

Hoje, pela quarta vez desde o início da erupção, o presidente do governo da Espanha, Pedro Sánchez, visita a ilha de La Palma. O chefe do Executivo irá apresentar as novas medidas de apoio aos afetados, em pacote de 206 milhões de euros (R$ 1,31 bilhão, aprovado pelo Conselho de Ministros.

Também está prevista a participação de Sánchez na reunião do comitê diretor do Plano Especial de Defesa Civil para Risco Vulcânico das Canárias (Pevolca), além de visita ao escritório de atendimento aos que tiveram prejuízos causados pelo vulcão.

A lava segue fluindo pelo rio que se abriu ao norte do principal que já estava formado e foi levado para perto de um parque industrial em Los Llanos. Isso obrigou que cerca de 800 pessoas fossem evacuadas em La Laguna.

O último boletim do Departamento de Segurança Nacional indicou que o fluxo do magma está variando nas últimas horas, como consequência do desmoronamento do pico do vulcão, ocorrido no último sábado.

Nas últimas horas, as condições meteorológicas ajudaram na melhora da qualidade do ar, o que permitiu que fosse encerrado o confinamento decretado na última segunda-feira, que afetada cerca de 3,5 mil pessoas.

Nesta manhã, os aeroportos das Ilhas Canárias seguiram operando, embora as companhias aéreas tenham cancelado mais uma vez as operações que tem La Palma como destino.

A altura da emissão de cinzas chega a 3,5 mil metros, e elas se deslocam do oeste, girando ao oeste e sul, de acordo com o Departamento de Segurança Nacional, que também indica que o tremor vulcânico aumentou, o que pode indicar uma maior quantidade de gás no magma que sai do centro da erupção.

Os 20 abalos sísmicos identificados pelo Instituto Geográfico Nacional aconteceram desde às 7h07 locais (3h07), sendo que 16 foram registrados no município de Fuencaliente.

O mais intenso de 3,9 graus na escala Richter, ocorrido em Mazo, teve profundidade de 37 quilômetros. EFE