EFEMadri

A Espanha está próxima da zona considerada de alto risco em uma sexta onda de contágio pelo coronavírus ao atingir 290 casos por 100 mil habitantes, com um aumento de 42 pontos na transmissão desde sexta-feira e 43.808 novas infecções nesse período, uma situação que faz subir a taxa média de ocupação em unidades de terapia intensiva (10,2%).

De acordo com dados do Ministério da Saúde espanhol, com o novo semáforo Covid, aprovado há algumas semanas, o país europeu está próximo de um risco elevado (de 300 a 500 casos por 100 mil habitantes). No País Basco (881) e em Navarra (712), os dois com maior incidência e com risco extremo de ultrapassar 500, novamente sofreram um aumento acentuado, de 115 e 178 pontos, respectivamente.

No mesmo dia do ano passado - sem vacinação e com restrições de circulação - a incidência de 14 dias foi de 215 casos, 17.681 positivos foram relatados após um fim de semana prolongado, além de 394 mortes, assim como a ocupação da UTI acima de 24% e na enfermaria acima de 10%.

Desde a última sexta-feira, 78 óbitos por Covid-19 foram relatados, o que elevou o total desde o começo da pandemia na Espanha para 88.237. A incidência de sete dias, um indicador de evolução a curto prazo, aumentou de 139 para 160 casos por 100 mil habitantes. EFE