EFEPuebla (México)

A explosão em uma fábrica de fogos de artifício em Santiago Tenango, no estado de Puebla, no México, deixou seis mortos, dois deles menores de idade, e 18 feridos, informaram nesta terça-feira as autoridades locais.

O relatório das autoridades estatais menciona que os números são confirmados após a primeira revisão e quantificação dos danos ocorridos na madrugada de hoje após a chegada da equipe da Proteção Civil.

Nesta comunidade, que pertence ao município de San Felipe Ángeles, estão trabalhando integrantes do Ministério do Interior, Bombeiros, Cruz Vermelha e da segurança pública.

Até o momento, além dos seis mortos e 18 feridos, pelo menos 20 casas foram afetadas.

Em entrevista coletiva, o governador de Puebla, Miguel Barbosa, confirmou a morte destas seis pessoas, incluindo dois menores.

Além disso, ele confirmou que a fábrica de fogos de artifício funcionava de forma clandestina.

A região continua sendo monitorada hoje para evitar danos à população.

A explosão, que no início não teve registro de vítimas, ocorreu em um paiol de pólvora no município de Santiago Tenango, pertencente ao referido município, por volta das 21h (hora local) de segunda-feira.

No momento do acidente, passava pelo local um veículo de transporte público, que foi atingido pelo fogo, causando ferimentos em vários ocupantes.

Segundo testemunhas, o ruído foi ouvido e sentido em vários municípios vizinhos.

O acidente ocorreu menos de 24 horas após uma explosão em outra fábrica na cidade de Santa María Zacatepec, também em Puebla, onde estavam armazenados fogos de artifício que deixaram uma mulher morta e oito feridos. EFE