EFEBarcelona (Espanha)

O empresário britânico John McAfee, de 75 anos e criador do famoso antivírus de computadores batizado com seu sobrenome, foi encontrado morto nesta quarta-feira na cela em que estava em um presídio na Espanha.

De acordo com fontes do presídio, McAfee, que estava pendente de extradição para os Estados Unidos, onde é acusado de evasão fiscal, teria cometido suicídio em sua cela do módulo 1 do complexo penal de Brians 2, na cidade de Sant Esteve Sesrovires, na província de Barcelona.

As fontes também disseram que agentes penitenciários e o serviço médico do presídio realizaram manobras de reanimação na McAfee, mas não conseguiram evitar que ele morresse. Uma delegação judicial foi ao presídio para analisar as causas de morte.

John McAfee foi levado para esse presídio em 4 de outubro do ano passado por ordem da Audiência Nacional espanhola, que nesta quarta-feira aprovou a extradição para os Estados Unidos do criador do famoso antivírus McAfee por supostamente ter ocultado rendas entre 2016 e 2018.

Quando foi preso, McAfee tentava embarcar no aeroporto de Barcelona rumo a Istambul, na Turquia.

Durante a audiência de extradição, o empresário, cuja dívida fiscal nos EUA é de mais de US$ 4 milhões, alegou ter pagado "milhões de dólares em impostos" e disse ter sido vítima de perseguição política por ter denunciado corrupção no fisco.