EFEFrankfurt (Alemanha)

O grupo de linhas aéreas alemão Lufthansa prorrogou nesta sexta-feira o cancelamento dos seus voos para Pequim e Xangai até 28 de março, como medida preventiva devido à epidemia de coronavírus.

A empresa informou que a medida vale também para as filiais Swiss e Austrian.

Até agora, o grupo Lufthansa havia deixado de voar para as duas cidades chinesas até 28 de fevereiro, enquanto para Nanjing, Shenyang e Qingdao já estava prevista a ausência de voos até 28 de março.

Por outro lado, a companhia aérea e suas filias continuam com frequências para Hong Kong, embora alguns voos específicos tenham sido cancelados devido à queda na procura.