EFECidade do México

O Ministério da Saúde do México registrou nesta quarta-feira 15.198 novos casos de Covid-19, o maior número até agora na terceira onda de contágio pelo coronavírus, que não era atingido desde janeiro deste ano.

Dessa maneira, o país chegou a 2.693.495 infecções confirmadas desde o começo da pandemia, com 237.207 mortes causadas pelo vírus SARS-CoV-2, 397 delas nas últimas 24 horas.

Há mais de um mês, o México atravessa uma terceira onda de contágios, principalmente entre jovens e adultos não vacinados, como resultado da propagação da variante delta, detectada pela primeira vez na Índia.

Além disso, baseadas em um levantamento feito em abril, as autoridades acreditam que o número real de infecções até agora é de 2.885.937, das quais 92.738 estão ativas.

A ocupação média de leitos gerais nos hospitais mexicanos aumentou em 1 ponto percentual, para 35%, e a de unidades de terapia intensiva subiu 2 pontos percentuais, até 29%.

O relatório também informou que 55,9 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 foram administradas até agora, 799.495 delas nesta terça-feira. Ao todo, 22,3 de pessoas completaram o processo de imunização com todas as injeções necessárias.