EFEGenebra

O número de casos de Covid-19 detectados em todo o planeta já ultrapassaram a marca de 500 mil, informou nesta sexta-feira o diretor geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, em entrevista coletiva.

O total de mortes devido à doença transmitida pelo novo coronavírus ultrapassou 20 mil, ainda segundo a OMS. Já o número de pessoas curadas passou de 100 mil pacientes.

Adhanom, que ontem fez um apelo aos países do G20 para que se unissem para enfrentar uma pandemia que "ameaça dilacerar a humanidade", reiterou hoje que a comunidade internacional deve agir em conjunto, porque "nenhum país pode combatê-la sozinho".

O diretor executivo da OMS para Emergências de Saúde, Mike Ryan, disse que ainda há incerteza sobre quanto tempo durará a atual pandemia, pois diferentes regiões se encontram em diferentes situações.

"Muitos países acabam de iniciar os confinamentos, enquanto outros, como China e Singapura, estão agora lutando desesperadamente para impedir o retorno do coronavírus", disse.

Já a chefe da unidade de doenças emergentes da OMS, Maria Van Kerkhove, afirmou que, apesar do número crescente de casos, ficou provado que "o vírus pode ser controlado com medidas agressivas", o que inclui o pleno compromisso dos governos e das sociedades. EFE

abc/id