EFEParis

A atriz americana Pamela Anderson anunciou nesta terça-feira no Instagram o fim do namoro com o jogador francês Adil Rami, que atua no Olympique de Marselha, onde denunciou o caráter abusivo do relacionamento e chamou o atleta de "monstro".

Através das redes sociais, a atriz demonstrou toda sua decepção com o que chamou de "grande mentira".

"Os últimos dois anos ou mais da minha vida foram uma grande mentira. Eu fui enganada e levada a acreditar que vivia um grande amor. Estou devastada por ter descoberto nos últimos dias que ele estava vivendo uma vida dupla. Ele é um monstro", escreveu a atriz.

Pamela Anderson acrescentou que, depois de descobrir as traições de Rami, o campeão do mundo com a seleção da França na Copa da Rússia tentou se reconciliar.

"Narcisistas não mudam, sociopatas não mudam. Eu vou seguir minha vida. Vou deixar a França agora mesmo. Ele tentou de tudo, mandou flores, cartas, eu não aceitai. Ele apareceu no meu hotel, mas os seguranças mandaram ele embora. Eu tenho um guarda-costas porque ele me assusta. Ele me machucou diversas vezes", denunciou a atriz.

Além disso, Pamela mostrou compaixão pela outra mulher enganada por Rami. "Eu estou satisfeita por ter falado com ela. Meu Deus. Ele mentiu para ela sobre tudo. Ela também está chocada e muito triste. Ele não pode mais nos ferir. Ele me avisou que os tabloides na França são dele e de seus amigos-irmãos. Eles controlam tudo", comentou.

Pamela também usou o Instagram para contar parte da rotina abusiva de seu relacionamento com o jogador.

"Eu não sou uma garota estúpida. Eu senti as mentiras diversas vezes, mas nós estávamos juntos o tempo todo, menos enquanto eu trabalhava. Ele era muito inseguro e me queria perto dele. Pedia vídeos dos locais onde estava e eu fui vendo isso como normal, mesmo respondendo aos questionamentos ridículos que ele fazia", detalhou.

Por fim, Pamela disse que Rami não tem respeito pelas mulheres.

"Ele não deveria ser visto como um homem que protege as mulheres de violência doméstica ou de qualquer outro tipo de violência. Ele faz isso para melhorar a imagem dele, apenas. Ele não respeita nenhuma mulher, a não ser sua mãe, a quem também mente. Isto é muito doloroso e eu estou realmente triste", finalizou a atriz.