EFERedação Central

Na primeira vez em que entrou em campo com Neymar, Lionel Messi e Kylian Mbappé juntos, o Paris Saint-Germain não passou de um empate com o Club Brugge em 1 a 1 nesta quarta-feira, pela primeira rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões, que teve também as vitórias do Liverpool sobre o Milan por 3 a 2 e do Real Madrid sobre a Inter de Milão por 1 a 0, entre outros resultados.

Depois de 17 edições de Champions disputadas pelo Barcelona, com quatro títulos, Messi jogou pela primeira vez no torneio com outra camisa, a do PSG, equipe pela qual havia feito sua primeira e única partida até agora em 29 de agosto. O argentino saiu do banco e substituiu justamente Neymar na vitória sobre o Stade de Reims por 2 a 0, pelo Campeonato Francês. Na ocasião, Mbappé se manteve em campo durante os 90 minutos.

Desta vez, os três apareceram na formação inicial do técnico Mauricio Pochettino, mas não tiveram grande atuação no Jan Breydelstadion, em Bruges, na Bélgica. O único gol do time parisiense foi marcado aos 15 minutos de bola rolando, em chute de Herrera depois de boa jogada de Mbappé. Entretanto, aos 26, Vanaken deixou tudo igual, e o placar se manteve inalterado até o apito final.

Além de Neymar, o PSG contou com o zagueiro Marquinhos entre jogadores brasileiros, enquanto o Brugge teve em seu banco o atacante Wesley, ex-Aston Villa.

Os dois times fazem parte do grupo A da Liga dos Campeões, que tem como líder o Manchester City. O atual vice-campeão continental teve estreia movimentada e bateu o RB Leipzig por 6 a 3 no Etihad Stadium. Gabriel Jesus fechou o placar para os 'Citizens', que antes havia contado com gols de Aké, Mukiele (contra), Mahrez, Grealish e Cancelo, enquanto Nkunku marcou os três dos visitantes.

Na segunda rodada, marcada para o dia 28 deste mês, acontecerá o aguardado confronto entre PSG e City, no Parc des Princes, em Paris.

LIVERPOOL VENCE E LIDERA GRUPO B.

Em reedição das finais de 2005, vencida pelo Liverpool nos pênaltis, e 2007, na qual o Milan deu o troco, os dois times tradicionais fizeram grande jogo pelo grupo B em Anfield Road, com duas viradas, e os donos da casa levaram a melhor por 3 a 2.

Tomori, contra, fez 1 a 0 para os 'Reds', que levaram a virada em dois minutos, com gols de Rebic e Brahim Díaz. Contudo, no segundo tempo, Salah, que havia perdido um pênalti na primeira etapa, e Henderson sacramentaram o triunfo dos hexacampeões europeus sobre os 'Rossoneri', heptacampeões e que voltam à Champions depois de sete temporadas.

O goleiro Alisson e o volante Fabinho foram titulares do Liverpool, enquanto o atacante Roberto Firmino não foi relacionado. Já o Milan não tem brasileiros no elenco.

Os 'Reds' lideram a chave de maneira isolada, já que na outra partida houve empate sem gols entre Atlético de Madrid, que contou com a reestreia de Griezmann, e Porto.

Os 'Colchoneros' tiveram o zagueiro Felipe, ex-jogador dos 'Dragões', na formação inicial, enquanto Renan Lodi e Matheus Cunha ficaram no banco e apenas o lateral-esquerdo foi acionado por Diego Simeone. Pelo time visitante, o zagueiro Pepe o meia Otávio, ambos naturalizados portugueses, foram titulares, e o lateral-esquerdo Wendell e o atacante Pepê entraram no decorrer do confronto.

RODRYGO RESOLVE PARA O REAL; AJAX GOLEIA.

Tudo indicava que o duelo entre Inter e Real no San Siro terminaria empatado, mas a estrela de Rodrygo brilhou nos instantes finais, e o tridecacampeão continental venceu. O ex-atacante do Santos recebeu passe de Camavinga e balançou a rede aos 43 minutos do segundo tempo.

Rodrygo havia entrado na segunda etapa, enquanto Éder Militão, Casemiro e Vinícius Júnior começaram jogando. Marcelo foi desfalque para o técnico Carlo Ancelotti.

As duas equipes compõem o grupo D, em cujo outro jogo o Shakhtar Donetsk, com oito brasileiros entre os titulares e dois entrando no segundo tempo, perdeu para o Sheriff Limassol por 2 a 0 na Moldávia. O país tem pela primeira vez um representante na fase de grupos da Liga dos Campeões.

Pelo grupo C, o Ajax, de Antony e David Neres, visitou o Sporting, atual campeão português, e goleou por 5 a 1. Haller se tornou o segundo jogado em toda a história a marcar quatro gols em sua primeira partida pela Champions, igualando o feito realizado por Marco van Basten pelo Milan em 1992.

Na mesma chave, o Borussia Dortmund, com Reinier entre os reservas, foi a Istambul e derrotou o Besiktas, do zagueiro Welinton e o volante Souza, por 2 a 1.