EFERedação Central

Com gols de Luka Modric e Karim Benzema, além de uma assistência de Rodrygo para o croata e a expulsão de Éder Militão, o Real Madrid venceu o Athletic Bilbao neste domingo, por 2 a 0, e conquistou a Supercopa da Espanha pela 12ª vez na história.

A equipe treinada por Carlo Ancelotti foi a campo no estádio King Fahd, em Riad, na Arábia Saudita, com quatro brasileiros titulares: Éder Militão, Casemiro, Rodrygo e Vinícius Jr, que no segundo tempo foi substituído por Marcelo.

O primeiro gol foi construído por Rodrygo. Aos 38 minutos da etapa inicial, o atacante desmontou a zaga pelo lado direito e tocou para Modric, livre de marcação, finalizar da entrada da área, acertando o ângulo de Unai Simón para marcar seu primeiro gol na temporada.

Aos sete minutos do segundo tempo, Benzema finalizou e Yeray bloqueou com o braço na área. Na cobrança da penalidade máxima, o francês bateu forte e fora do alcance do goleiro, que saltou para o lado certo.

Quase no fim da partida, Militão foi expulso ao também desviar com o braço finalização de Raúl García, mas Thibaut Courtois defendeu a cobrança do atacante. O zagueiro brasileiro cumprirá suspensão contra o Elche, nas oitavas de final da Copa do Rei, na quinta-feira.

Com a nova taça, o Real Madrid, agora com 12 títulos da Supercopa da Espanha, fica apenas uma conquista atrás do Barcelona, que já venceu o torneio 13 vezes e é o maior ganhador. EFE

vnm/rd