EFECairo

Os representantes da Rússia, aliado de Damasco, e das facções opositoras da Síria aceitaram nesta quinta-feira voltar à mesa de negociações sobre o destino da província de Deraa, no sul do país, onde o exército continua ganhando terreno dos rebeldes, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG detalhou que a aviação russa parou com seus ataques sobre a região depois de 23 horas de "bombardeios enlouquecedores", entre o colapso da anterior rodada de negociações ontem pela tarde e o acordo para retomar o diálogo desta mesma tarde.

Neste período de tempo, as forças governamentais intensificaram seus ataques e avançaram contra as facções rebeldes e islamitas em Deraa, onde lançaram uma ofensiva no dia 19 de junho para recuperar o controle de toda a região.