EFEMadri

A Agência Efe e a Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (Aecid) anunciaram nesta sexta-feira os vencedores do Prêmio Rei da Espanha de Jornalismo, que reconhecem o trabalho de profissionais ibero-americanos e que tem uma equipe da "TV Record" na lista.

A série batizada de A Besta, exibida pelo programa "Câmera Record" rendeu a premiação na categoria Televisão para o jornalista Gustavo, editor executivo do Núcleo de Reportagens Especiais da emissora brasileira, além de Romeu Piccoli, Henrique Beirange, Michel Mendes, Fabiana Vilella e Rafael Ramos.

As reportagens, exibidas em julho do ano passado, mostram como são as viagens de famílias que cruzam ilegalmente a América Central em um trem, em direção aos Estados Unidos. O documentário busca mostrar como é "por dentro", a crise humanitária e a miséria na região.

A cada ano, cerca de 150 mil pessoas tentam chegar nos EUA dessa forma, sendo que cerca de 1,3 mil morrem ou são mutiladas durante a tentativa de chegar ao país vizinho, segundo dados do Instituto Nacional de Imigração Mexicana.

A série A Besta ganhou eleição que teve a participação de outros 26 projetos, de sete diferentes países, que participaram na categoria Televisão. Cada vencedor do prêmio recebe 6 mil euros (R$ 28,2 mil), além de um troféu de bronze, obra do artista Joaquín Vaquero Turcios.

Na categoria Imprensa Escrita, ganhou o boliviano Luis Fernando Soria Sejas; na categoria Ibero-Americano de Jornalismo, o premiado foi o colombiano Ricardo Calderón Villegas; e dois jornalistas da Colômbia, Linda Carolay Morales e Manuel Salvador Saldarriaga venceram nas categorias Rádio e Fotografia, respectivamente.

A portuguesa Sofia de Palma Rodrigues foi a destacada na categoria Jornalismo Ambiental e Desenvolvimento Sustentável; a espanhola Miriam Hernanz foi laureada na categoria Jornalismo Digital; e o também espanhol César Vallejo de Castro ganhou a nova categoria do prêmio: Jornalismo Cultural e Desenvolvimento Social.

Além disso, a revista digital espanhola "5W" foi eleita o Veículo Ibero-Americano do Ano, e a espanhola Mar Abad García foi a escolhida como vencedora do XVI Prêmio Dom Quixote de Jornalismo, que reconhece a qualidade linguística, o bom uso e o enriquecimento do idioma espanhol.

Nesta edição, também foi feita uma menção de honra pelo 80º aniversário da Agência Efe.

A entrega dos troféus aos vencedores das dez categorias do Prêmio Rei da Espanha, reconhecidos entre um total de 206 trabalhos, de 17 diferentes países, será feita no dia 23 de março deste ano, em Madri.

A honraria, organizada pela Efe e a Aecid, teve patrocínio das empresas Suez e Llorente & Cuenca, e pela primeira vez contou com profissionais da Guiné Equatorial entre os participantes.