EFEMoscou

A chefe de Saúde da Rússia, Anna Popova, disse nesta segunda-feira que a situação epidêmica no país está estável, apesar da subida do número de casos do novo coronavírus, que ultrapassam os 6 mil diários.

"A situação da epidemia no país permanece estável. O crescimento que vemos agora está relacionado ao início da temporada de gripe", disse Anna Popova à imprensa local.

Ela ressaltou que "cada caso" é compreensível e que não há nada de "desconhecido" sobre a situação epidêmica na Rússia, o quarto país do mundo em casos de Covid-19.

Anna Popova lembrou que as autoridades russas já previam um aumento do número de casos por conta do fim das férias do verão europeu, do início do ano letivo, do retorno de parte da população das casas de campo e da queda das temperaturas.

Por todas essas razões, acrescentou ela, "não é necessário adotar medidas restritivas".

A Rússia registrou 6.196 casos nas últimas 24 horas, dos quais 915 foram em Moscou, na capital do país, além de 71 mortes do Covid-19.

Pelo terceiro dia consecutivo o país ultrapassa a marca de 6 mil infecções diárias.