EFERoma

A região de Lombardia, no norte de Itália, registrou nesta segunda-feira a sexta morte devido ao coronavírus Covid-19, enquanto os casos de contágio totalizam 224, de acordo com informações das autoridades locais.

O mais recente caso é de uma mulher que faleceu no hospital de Brescia, após ter sido transferida ontem do centro médico de Crema, onde foi internada no setor de oncologia.

A quinta vítima do surto de coronavírus foi um homem de 88 anos que residia na cidade de Caselle Lanne, na Lombardia, enquanto outro homem de 84 anos também morreu no hospital João XXIII, em Bergamo.

As outras três mortes são uma mulher que faleceu na província de Cremona, um homem de 78 anos, na província de Pádua (Veneto) e uma mulher de 77 anos, que estava em Codogno, e testou positivo para o vírus em um exame realizado após sua morte.

As autoridades italianas ressaltam que todas as vítimas até o momento eram idosas e apresentavam quadros clínicos muito comprometidos por doenças anteriores.

O número de pessoas infectadas chega a 224 casos. Em detalhes, existem 172 na Lombardia, 27 em Veneto, 18 em Emilia Romagna, 4 no Piemonte e os três casos já registrados há várias semanas em Roma, de acordo com os últimos dados oficiais.

"Deve-se prestar atenção, mas digo não ao pânico. Estou convencido de que as medidas tomadas após consultas com especialistas, cientistas e virologistas para tentar impedir a infecção são suficientes e corretas para alcançar o objetivo", disse o presidente da região da Lombardia, Attilio Fontana, em comunicado. EFE

ccg/phg