EFERedação Central

Após a inédita classificação do RB Leipzig para as semifinais da Liga dos Campeões, obtida com uma vitória sobre o Atlético de Madrid por 2 a 1 em Lisboa nesta quinta-feira, o técnico da equipe alemã, Julian Nagelsmann, enalteceu o rendimento de seus jogadores e considerou que o time foi melhor que o adversário.

"Merecemos ganhar, fomos superiores. Meus jogadores escolheram muito bem a maioria das ações. O primeiro gol foi muito bem feito. Atacamos muito bem, mudamos um pouco a nossa tática, e conseguimos sucesso com a nossa ideia de jogo. Queríamos construir o jogo de uma maneira diferente e encontrar mais espaços, mas não quero entrar em detalhes", declarou o treinador alemão em entrevista coletiva realizada por videoconferência no estádio José Alvalade, palco da partida.

Parabenizado pelo técnico adversário, Diego Simeone, Nagelsmann pensa agora no duelo de semifinais com o Paris Saint-Germain, marcado para a próxima terça. Quem passar estará na decisão de forma inédita.

"Temos que recarregar a bateria para o próximo jogo. Comer bem, beber muita água, dormir muito. Temos que nos preparar para um grande jogo contra um grande adversário. Por isso, é preciso recarregar a bateria muito rapidamente. A motivação vai ser muito grande. Vamos desfrutar da próxima partida", afirmou.

Fundado em 2009, o Leipzig disputa apenas a sua segunda edição de Champions e marca presença no mata-mata pela primeira vez. Um título seria histórico, mas o treinador pediu calma.

"Não quero falar de título, mas é claro que queremos chegar à final. Vamos jogo a jogo. Queremor is para a final, e quando chegarmos vamos falar sobre isso. Antes, tínhamos que superar um dos grandes times da Europa. É uma equipe muito forte, e está descansada depois da pausa que tiveram (o Campeonato Francês não voltou após a quarentena). Vai ser um jogo muito equilibrado e aberto", analisou.