EFEBogotá

As terras de zonas que foram afetadas pelo conflito armado na Colômbia serão totalmente escrituradas em seis anos, assegurou nesta segunda-feira o alto conselheiro para o posconflito, Rafael Pardo.

Em entrevista à "Caracol Rádio", Pardo afirmou que este processo, denominado cadastro "multipropósito" procura beneficiar as áreas do território nacional onde a propriedade de terra não está garantida por uma escritura.

Segundo o Governo nacional, o cadastro multipropósito concilia as funções fiscais e tributárias com a gestão ampla dos territórios.

O processo, explicou o funcionário, pretende chegar neste ano a 200 municípios.

De acordo com o diretor do Departamento Nacional de Planejamento (DNP), Simón Gaviria, na Colômbia há 4,1 milhões de prédios rurais, dos quais apenas 21% têm título de propriedade.