EFECidade do Panamá

Um tribunal do Panamá concedeu nesta quarta-feira o benefício da prisão domiciliar ao ex-presidente Ricardo Martinelli (2009-2014) e o proibiu de sair do país, após um ano preso por espionagem política e peculato.

"Foi ordenada a prisão domiciliar durante o julgamento, não deve dar declarações à imprensa, está impedido de sair do país e deve entregar o passaporte", anunciou aos jornalistas no tribunal Alfredo Vallarino, um dos advogados do ex-presidente.

Outro dos defensores, Carlos Carrillo, acrescentou que Martinelli deixará "imediatamente" a prisão onde estava detido desde 11 de junho de 2018, quando chegou extraditado pelos Estados Unidos para ser julgado.

"A justiça demora, mas chega", destacou Carrillo aos jornalistas, acrescentando que a decisão do tribunal "é um primeiro passo no caminho certo, que o estado (ou presunção) de inocência de Martinelli não seja violado".

O advogado antecipou ainda que a defesa recorrerá de algumas das medidas cautelares ditadas nesta quarta-feira, entre elas a de prisão domiciliar, por considerar que são "excessivas".

Nesse sentido, o Órgão Judicial informou através da sua conta no Twitter que tanto a defesa do ex-presidente como a promotoria vão apelar da decisão de hoje.

Quanto à solicitação de mudança de medida cautelar apresentada pelos advogados de Martinelli, o Ministério Público, representado pelo procurador Ricaurte González, respondeu que a detenção do ex-presidente era "proporcional aos riscos processuais", entre eles a possibilidade de fuga.

A promotoria alega que Martinelli saiu do Panamá no 2015 e só retornou extraditado pelos EUA, onde também ficou um ano preso lutando para que não fosse entregue à Justiça panamenha.

O ex-presidente, de 67 anos, se declara inocente das quatro acusações da promotoria pelo caso de espionagem política, que pede 21 anos de prisão, e também se diz vítima de uma perseguição política orquestrada por seu sucessor na presidência e antigo aliado eleitoral, Juan Carlos Varela, que nega essa versão. EFE

gf-fa/cs/rsd

(vídeo)