EFENashville (EUA)

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reiterou nesta quinta-feira uma vacina contra a Covid-19 será disponibilizada "em questão de semanas", enquanto o candidato do Partido Democrata à Casa Branca, Joe Biden, advertiu que o país está à beira de "um inverno sombrio" porque, em meio à pandemia do novo coronavírus, seu rival "não tem um plano claro".

Os dois candidatos participam em Nashville, no estado do Tennessee, do segundo e último debate antes das eleições presidenciais de 3 de novembro.

"Penso (haverá uma vacina) em semanas, e ela será distribuída muito rapidamente (...) Está pronta", declarou Trump.

Questionado pela moderadora do debate, Kristen Welker, o presidente americano reconheceu que não tem "garantia" de que a vacina será distribuída dentro desse prazo, mas imediatamente frisou acreditar que ela chegará "antes do final do ano", apesar do fato de que muitos cientistas preverem sua aplicação em ampla escala para meados de 2021.

Perguntado sobre qual empresa farmacêutica conseguirá o feito, Trump citou as de três companhias.

"Johnson & Johnson está indo muito bem, Moderna está indo muito bem, Pfizer está indo muito bem", afirmou, destacando os testes clínicos em andamento na Europa.

Trump esperava anunciar uma vacina antes das eleições de novembro, mas já ficou claro que os testes clínicos realizados nos EUA não serão concluídos até o pleito.

Por sua vez, Biden acusou Trump de não assumir "responsabilidade" pelo impacto da pandemia nos Estados Unidos, país com mais contágios pelo novo coronavírus (8.404.524) e mortes (mais de 220.000) por Covid-19 no mundo.

"Qualquer um que seja responsável por tantas mortes não deve permanecer presidente (...) Estamos prestes a entrar em um inverno sombrio, e ele não tem um plano claro (para combater a Covid-19)", declarou o candidato democrata.

"(Trump) diz que as pessoas estão aprendendo a viver com isso, incrível! Estamos morrendo com isso", acrescentou. EFE

llb-ssa/id

(foto) (vídeo)