EFECidade do Vaticano

O papa Francisco dedicou nesta terça-feira a missa matinal celebrada na Casa Santa Marta, no Vaticano, aos profissionais de enfermagem que lutam para tratar pacientes de Covid-19, a doença provocada pelo novo coronavírus.

"Rezemos hoje por nossos enfermeiros e enfermeiras, homens, mulheres, jovens que têm essa profissão, que é mais que uma profissão, é uma vocação, uma dedicação", disse o líder da Igreja Católica.

"Que o Senhor os abençoe. Nesta época de pandemia, vocês têm dado um exemplo de heroísmo e alguns estão dando a vida", completou.

Apenas na Itália, morreram 160 médicos e 39 enfermeiros por Covid-19, segundo dados divulgados ontem por um sindicato da área.

Mais uma vez, a missa na Casa Santa Marta foi realizada sem a presença de público, como forma de evitar o contágio do novo coronavírus. O sinal da celebração, em que o papa Francisco falou sobre paz durante a homília foi transmitido via internet.

"Não se trata da paz universal, a paz sem guerra, mas sim a paz do coração", garantiu o pontífice.

"A paz de Jesus te põe em movimento, não te isola, te faz ir ao encontro dos demais, te coloca em comunicação", concluiu Francisco. EFE

ccg/bg

(vídeo)