EFELima

O serviço de trens para Machu Picchu, na região de Cuzco, no sul do Peru, será suspenso na próxima segunda-feira devido a uma greve que será realizada no país.

A Ferrovia Transandino, responsável pela concessão da ferrovia, informou que a greve obrigará a suspensão das operações. A paralisação afetará o trecho entre a cidade de Cuzco e Machu Picchu.

"A medida foi tomada priorizando a segurança da operação ferroviária e o turismo. Lamentamos os inconvenientes e agradecemos muito pela compreensão", indicou a empresa em comunicado.

Após a divulgação da notícia, a empresa PeruRail, que também opera trens no sul do país, disse que se viu obrigada a suspender as operações no trecho durante a greve de segunda-feira.

"Realizaremos a mudança e a realocação dos passageiros afetados por essa medida, oferecendo todas as facilidades para quem desejar mudar a data de sua viagem de acordo com a disponibilidade do serviço", explicou a empresa em comunicado.

As modificações para as agências de viagens, segundo a empresa, serão feitas pelo departamento de reservas e nos escritórios instalados na cidade de Cuzco. Já os reembolsos poderão ser solicitados em um e-mail criado para resolver a questão.

"Lamentamos o mal-estar que a medida pode gerar. No entanto, reiteramos que buscamos priorizar a segurança de nossos passageiros e trabalhadores em relação à greve convocada em nível nacional", concluiu a PeruRail.