EFEKinshasa

O número de casos confirmados do surto de ebola no noroeste da República Democrática do Congo (RDC) já chegou a 21, quatro deles em área urbana, informaram neste domingo fontes oficiais.

No total até este sábado havia 46 casos em estudo por causa de febre hemorrágica: os 21 confirmados, 21 prováveis e quatro suspeitos, de acordo com dados divulgados esta madrugada pelo Ministério de Saúde do país.

Quatro novas confirmações se somaram desde o último relatório oficial, publicado um dia antes.

Um deles é mais outro em Wangata, dentro da área urbana da cidade de Mbandaka - capital da província do Equador (noroeste), com cerca de um milhão de habitantes -, onde já tinham sido reportados outros três casos.

Dentro desta lista, 26 pessoas já morreram, mas só duas delas são casos confirmados em laboratório.

Para combater o surto, o Governo prepara uma campanha de vacinação na região afetada, que começa nesta segunda-feira.

Este é o nono surto de ebola na RDC desde que se descobriu o vírus em 1976 neste país, quando ainda se chamava Zaire.