EFEPequim

Doze meses depois que uma estátua gigante de Donald Trump caraterizado como um frango ficou popular na China como decorações do Ano Novo Lunar, uma figura similar, mas agora com o presidente americano caraterizado como um descomunal cachorro, promete dar muito que falar.

A estátua, colocada na mesma entrada de um shopping de Taiyuan (norte do país) onde o "frango Trump" ficou famoso, mede também 10 metros de altura e foi erguido para dar as boas-vindas ao Ano do Cachorro de Terra no calendário chinês, que começará em 16 de fevereiro de 2018.

Como no ano passado, o Trump canino é claramente identificável pela cor dourada do cabelo e as supercílios, o topete e o dedo indicador de uma das suas patas apontando para cima, o que imita um dos gestos mais característicos do presidente americano nos seus discursos públicos.

Além disso, o cão tem um colar vermelho, que se assemelha à cor favorita das gravatas do presidente americano.

Sim a tradição continua, o presidente Trump poderia "se converter" em um porco gigante em 2019 e um rato em 2020, tendo em conta os animais que vão reger esses anos de acordo com o calendário tradicional chinês.

Trump, primeiro presidente americano que consegue ser alvo de forma tão peculiar na principal comemoração dos chineses, é "cão de fogo" no horóscopo chinês, um animal que os orientais consideram associado à inteligência, ao trabalho duro e à sinceridade.