EFESydney (Austrália)

O Senado da Austrália aprovou hoje medidas legislativas que permitem às agências de segurança e inteligência do país entrar nas mensagens eletrônicas encriptadas, por causa da ameaça de terrorismo ou de outros crimes.

As novas leis obrigam as empresas tecnológicas de mensagem, como WhatsApp, a colaborar com os organismos de segurança para decifrar mensagens encriptadas.

"Isto assegura que as agências de segurança nacional e de reforço da lei tenham as armas modernas de que necessitam, com a autoridade e a supervisão adequada, para ter acesso às conversas cifradas daqueles que buscam prejudicar outros", disse o procurador-geral, Cristian Porter, em discurso na Câmara Baixa.

A polêmica legislação foi aprovada depois que o Partido Trabalhista retirou suas propostas de emendas em virtude da preocupação em relação a potenciais ameaças terroristas durante as festas de Natal e de fim de ano.

Segundo os dados da Organização Australiana de Segurança e Inteligência existe um aumento na utilização de mensagens encriptadas por parte dos criminosos.