EFENova York

Um tapete amarelo, vários exemplares do pokémon mais famoso de todos os tempos e o ator Ryan Reynolds atraíram os holofotes da Times Square nesta quinta-feira, quando o ponto turístico de Nova York recebeu a pré-estreia de "Pokémon: Detetive Pikachu", que chegará aos cinemas brasileiros em 9 de maio.

Reynolds, que dá voz a Pikachu no primeiro filme live-action da franquia, divide o protagonismo do longa-metragem com Justice Smith, que interpreta Tim Goodman, o filho de 21 anos de um detetive desaparecido e que contará com a ajuda do pokémon para encontrá-lo.

Quando Tim percebe que pode falar com Pikachu, algo único no mundo, eles se unem para desvendar o mistério nas ruas de Ryme City, uma cidade que mistura aspectos da ilha de Manhattan, em Nova York, e de Tóquio.

Como parte da divulgação, a estação de metrô mais próxima à Times Square aparecia com as telas repletas dos personagens da série e com anúncios do filme. Além disso, quem passou por lá teve a chance de tirar selfies com os vários Pikachu gigantes espalhados pelo local.

No filme, Ryan Reynolds dá vida a um personagem com amnésia, que não sabe nada do seu passado, é viciado em café e precisa encontrar o pai do amigo, em parte para tentar recuperar a própria memória.

"Nunca imaginei que isto (interpretar Pikachu) aconteceria comigo em algum momento, mas estou feliz que tenha acontecido", disse o ator aos fãs que faziam perguntas durante uma transmissão ao vivo através da conta oficial do filme no Twitter.

Também entrevistado pelos fãs, Justice Smith falou sobre como foi contracenar com personagens que não existem na vida real, sendo totalmente criados por computação gráfica.

"Foi muito difícil, mas tínhamos que utilizar a nossa imaginação", respondeu. EFE

alv/vnm/id

(foto)