EFEHavana

Cuba comemora nesta quinta-feira os 90 anos do "insuperável soldado e revolucionário" Ernesto 'Che' Guevara (1928-1967) com eventos em todo o país, que terão como centro a cidade de Santa Clara, onde jazem os restos mortais do guerrilheiro cubano-argentino e que receberá uma grande cerimônia no Mausoléu dedicado a ele.

As comemorações começaram pela manhã com uma peregrinação do obelisco em homenagem ao herói independentista cubano Antonio Maceo até a praça do Mausoléu, na qual foi carregada uma estátua de mais de 16 metros que representa o Che com uniforme militar e com um braço em uma tipoia.

O túmulo de Che e de seus companheiros de luta em Santa Clara foi visitado por mais de 4,5 milhões de pessoas desde que seus restos mortais chegaram ao país em 1997, e serviu de sede central em outubro para a celebração nacional dos 50 anos da morte do guerrilheiro.

Junto com o aniversário de Che Guevara, a ilha também celebra hoje o nascimento de Antonio Maceo (1845-1896), o "Titã de Bronze" das guerras contra o domínio espanhol.