EFERoma

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse nesta segunda-feira que enviou uma carta ao papa Francisco para pedir sua ajuda no processo de diálogo para resolver a crise criada pela autoproclamação de Juan Guaidó como presidente e seu reconhecimento por muitos países.

"Enviei uma carta ao papa Francisco, espero que esteja chegando ou que já esteja em Roma, no Vaticano, dizendo que eu estou a serviço da causa de Cristo. E com este espírito lhe pedi ajuda no processo de facilitação e de reforço do diálogo", afirmou Maduro, em entrevista à emissora de televisão "Sky24".

O presidente venezuelano disse que pediu a Francisco que faça esforços para contribuir no caminho do diálogo.

"Esperamos uma resposta positiva", acrescentou Maduro, que já solicitou a ajuda do papa em outras ocasiões na crise política na Venezuela.