EFERoma

O espanhol Ansu Fati, do Barcelona, o português João Félix, do Atlético de Madrid, e os brasileiros Rodrygo Goes e Vinícius Junior, do Real Madrid, estão na lista dos 20 finalistas ao prémio Golden Boy, galardão para o melhor jogador sub-21 do ano.

O jornal turinês "Tuttosport", que outorga este prémio desde 2003, anunciou uma lista de candidatos na qual também estão o espanhol Ferrán Torres e o sul-coreano Lee Kang-in, do Valência, o holandês Matthijs De Ligt, da Juventus e vencedor em 2018, ou o ucraniano Andrij Lunin, atualmente no Valladolid por empréstimo do Real Madrid.

Ansu Fati é uma das grandes sensações da lista, após conseguir um espaço, com apenas 16 anos, na primeira equipa do Barcelona e marcar dois golos na Liga espanhola.

A representação madridista está liderada por Vinícius, nascido em 2000, na sua segunda época em Madrid após disputar 31 encontros na última temporada, e por um Rodrygo que, aos seus 18 anos, se estreou com um golaço contra o Osasuna no Bernabéu em setembro.

No entanto, o grande favorito é João Félix, contratado este verão pelo Atlético ao Benfica por 126 milhões de euros após brilhar nas "águias", com 20 golos e detalhes de classe pura com apenas 19 anos.

O inglês Phil Foden (19 anos), pupilo de Pep Guardiola no Manchester City, o alemão Kai Havertz (20 anos), do Bayer Leverkusen, ou o inglês Jadon Sancho (19 anos), do Borussia de Dortmund, também entraram na lista dos finalistas.

O primeiro vencedor do Golden Boy foi o holandês Rafael Van der Vaart e, entre os restantes "jovens do ano" estiveram o inglês Wayne Rooney, o argentino Lionel Messi, os espanhóis Cesc Fábregas e Isco Alarcón ou o francês Kylian Mbappé.

O prémio de 2019, que se outorga com base nos votos de 40 jornalistas dos principais média desportivos europeus, será entregue ao vencedor no próximo 16 de dezembro em Turim.