EFEBerlim

O Bayern de Munique voltou a treinar no campo esta segunda-feira, mas em pequenos grupos e adotando o distanciamento social, após mais de duas semanas de 'treinos cibernéticos' devido à pandemia de COVID-19.

"Foi um sentimento estranho treinar em pequenos grupos. Mas também foi maravilhoso ver os colegas pessoalmente", disse o guarda-redes e capitão Manuel Neuer em declarações publicadas no site do clube.

"Gostaria de agradecer ao clube e a todos os auxiliares que nos possibilitaram concluir o treino específico de futebol em campo novamente durante esses momentos difíceis", acrescentou.

Nas últimas duas semanas, os jogadores treinaram a partir de uma teleconferência desde as suas casas e com ex-jogadores como Arjen Robben e Bastian Schweinsteiger.

Os jogadores foram divididos em grupos de quatro ou cinco. Durante o treino tiveram que cumprir a regra de manter uma distância de 1,5 metro dos outros jogadores, o que implicava que não haveria disputas individuais para a bola.

Antes do Bayern, outras equipas da Alemanha já tinham retomado os treinos com limitações impostas pelas medidas de combate ao coronavírus.

A Bundesliga está suspensa até ao próximo dia 30, mas não está descartado que a pausa possa ser mais longa.

A Alemanha, com 100.132 casos confirmados e 1.584 falecimentos, é o quarto país no mundo mais afetado pela pandemia de coronavírus, atrás dos Estados Unidos, Espanha e Itália.