EFELisboa

Apoiado no espanhol Abel Ruiz, o Braga confirmou na última jornada da Liga portuguesa que tem opções e assume já a perseguição, desde o seu segundo lugar, ao Sporting, que continua líder e ainda não conhece a derrota.

O Braga ultrapassou o Porto como principais perseguidores dos "leões" depois da vitória contra o Nacional por 1-2, com a atuação destacada de Ruiz, ex-Barcelona, que marcou o último golo do encontro, o seu primeiro no campeonato esta época.

A equipa de Carlos Carvalhal conseguiu assim subir ao segundo lugar, ficando a nove pontos do líder, e confirma que esta época os primeiros lugares não se decidem apenas entre os três grandes: Benfica, Sporting e Porto.

Uma circunstância que começa a ser digerida pelo próprio Porto, que esta jornada apenas conseguiu um ponto depois de um empate a zero com o Sporting. Resultado amargo para os "dragões" e alegre para os "leões", que continuam sem conhecer a derrota.

As tentativas do mexicano Corona e dos colombianos Uribe e Luis Díaz serviram de pouco para os azuis e brancos, que não conseguiram bater o guarda-redes espanhol Adán, salvo por uma melhor ofensiva do Sporting na segunda parte do duelo que equilibrou a balança.

Contudo, o duelo acabou sem golos e o Porto, perdendo fôlego, cai ao terceiro lugar, a dez pontos do líder, embora a posição mais nefasta não seja sua.

Esse papel toca ao Benfica, em plena crise devido aos seus dececionantes resultados na Liga que trouxeram um vendaval de críticas a Jorge Jesus, que aumentaram com a eliminação na Liga Europa às mãos do Arsenal.

Um mal-estar que o plantel respondeu esta jornada com o ansiado regresso às vitórias.

Os "encarnados" venceram o Rio Ave por 2-0 com golos do suíço Aris Seferovic e o português Pizzi, vitória com a qual ficam em quarto e a treze pontos do Sporting.

No restante da jornada, destaque para atuação do colombiano Mateo Cassierra, que marcou o 2-2 para o Belenenses contra o Moreirense e a importante vitória do Tondela contra o Gil Vicente por 1-0, que lhe permite ficar na nona posição com 24 pontos.

Esta jornada fica também marcada pelo Santa Clara-Paços de Ferreira (3-0), que representou o regresso dos adeptos portugueses a um estádio de futebol, quatro meses depois.

Os golos açorianos foram da autoria dos brasileiros Allaron e Cryzan e do português Carlos Carvalho. O japonês Hidemasa Morita também foi uma das figuras do jogo ao dar o passe do último golo.

A parte baixa da classificação está ocupada pelo Boavista, que perdeu contra o Guimarães por 2-1, e o Marítimo, em penúltimo depois do empate a zero com o Portimonense.

Por Cynthia de Benito